O que é ecogranito ? conheça o granito ecológico!

É um revestimento ecológico parecido com granito, a maior parte da matéria prima para sua formação, são os resíduos  de pó de  rocha/areia da extração do granito. Pode ser aplicado em qualquer substância, além de contar com o uso de matérias primas menos poluentes e menos agressivos à saúde de quem realiza a produção e mão de obra. Ele pode ser considerado, uma massa acrílica de base aquosa, com aparência real do granito e grande quantidade de resina.

 

Sustentabilidade

É um produto sustentável desde a matéria prima ao processamento, tudo pensado para que os impactos ambientais sejam menores possíveis. Alem de auxiliar a manter os recursos naturais disponíveis para as gerações futuras.

 

Ecogranito na Decoralita

A Pia Ecogranito é um produto exclusivo da Decoralita e conquistou o 3º Lugar na categoria Pia de Material Sintético, segundo pesquisa realizada com revendedores de todo o Brasil. É um produto diferenciado, ecologicamente correto por possuir o bojo em inox, design moderno, com prática instalação e com 4 anos de garantia que ninguém imita!

Pias Ecogranito Bojo Inox

 

Fazendo-material-sintetico

Vantagens do Uso de Material Sintético

Ao longo dos anos, a humanidade deu início ao processo de modificação de substâncias encontradas na natureza e, a partir das transformações artificiais destas, são produzidas outras que são chamadas de substâncias sintéticas.

Existem varias categorias de materiais a nossa volta, por uma questão de organização, no ensino fundamental aprendemos a classificá-los em várias subcategorias. Podemos classifica-los de acordo com sua origem: Materiais Naturais ou Sintéticos.

Entende-se por material sintético um determinado material obtido artificialmente, ou seja, que contém substâncias desenvolvidas em laboratório e não extraídas diretamente da natureza. São os materiais sintéticos, aqueles que são obtidos por reações de sintetização, através de matérias-primas diversas, provenientes de fontes renováveis ou não renováveis.

As vantagens da utilização desse tipo de material estão nas características básicas. Seu peso é inferior aos naturais, o que permite seu manuseio mais fácil e facilita o processo produtivo que faz utilização desse material; baixa temperatura de processamento permitindo também uma facilidade de manuseio; o custo relacionado a sua produção também é baixo permitindo um custo de fabricação de materiais menor quando estes se baseiam em materiais sintéticos; essas características são vantajosas uma vez que permite seu uso na produção de diversos materiais e baseados em diversas formas, cores e tamanhos.

Tecnicas-para-desentupir-pia

Técnicas para desentupir pias, tanques e lavatórios

Uma das situações adversas mais normais na vida de uma pessoa que cuida da casa é o entupimento de pias, principalmente na região da cozinha, onde o acumulo de gordura na passagem do ralo é frequente.

Nesse tipo de situação deve-se agir com parcimônia, não podemos esquecer as consequências de jogar produtos tóxicos dentro da pia. Uma vez que, em algum momento aquela substancia desaguará em alguma estação de tratamento, na melhor das hipóteses.

Contudo, nós da Decoralita, trouxemos uma dica ecológica para auxiliar no desentupimento de pias, tanques e lavatórios.

 

Materiais necessários:

– Desentupidor

– ½ xícara de sal

– ½ xícara de bicarbonato de sódio

– 1 xícara de vinagre branco

– 1 pano velho

– Caneca de água fervente

 

E agora, o que fazer?

Inicialmente, faça pressão com o desentupidor na pia. Logo em seguida, faça uma mistura com o sal e o bicarbonato e despeje no ralo, juntamente com o vinagre, que vira em sequência. Possivelmente, essa solução causara um efeito fervilhante dentro do ralo, fazendo o que está congestionando ebulir. Para evitar que suje a pia use o pano velho para obstruir o bocal.

Aguarde 30 minutos.

Após o procedimento, despeje a caneca de água fervente. Caso a pia ainda não tenha destupido, faça a limpeza do sifão.

Problemas-com-infiltração

Problemas com infiltração?

Decoralita pode falar com propriedade sobre banheiros, cozinhas e áreas de serviço. Nesses ambientes estão presentes as principais instalações hidráulicas de uma casa, são chamadas de “áreas molhadas”. Sendo assim, lugares propícios para acontecerem infiltrações de água.
A umidade acumulada nas áreas molhadas podem causar danificações permanentes dentro de casa. São decorrentes, principalmente, da impermeabilização inadequada em paredes ou pisos mal acabados, podendo acontecer também devido ao vazamento de tubulações.
Quando detectado o problema de infiltração deve ser resolvido o mais rápido possível, com pessoas especializadas para essa função, evitando a danificação de moveis e até do próprio imóvel, que tende a soltar os revestimentos da superfície com o acumulo de umidade.
As infiltrações fazem parte da vida útil de qualquer imóvel, pode-se prevenir esse tipo de problema.
Como evitar?
Há diversas formas de evitar as infiltrações, a mais indicada para os casos citados acima, é a impermeabilização rígida e a flexível. A impermeabilização flexível é mais apropriada para superfícies que acontecem mudanças constantes de temperatura, como lages.
Gôndula de loja

Dicas de Exposição de Produtos

Sua loja é a principal ferramenta de venda no seu comércio, com base nisso, o POPAI Brasil realizou um estudo afirmando que, 71% dos consumidores finais e 56% dos consumidores profissionais, tomam as decisões de compra no próprio ponto de venda.

Por conseguinte a isso, surge a necessidade de você, enquanto lojista, deve fazer com que sua loja se torne ainda mais atraente para que o público note o diferencial do seu comércio. A Decoralita, reunindo essas informações, percebeu o quanto a atratividade e pregnância da loja está ligada diretamente, além de um atendimento de qualidade, a estética da loja.

Com isso, viemos com esse post sanar dúvidas com relação á disposição estética dos produtos em uma loja do ramo da construção.

  • Separação: Produtos que se correlacionam quando apresentam uma proximação de exposição acrescentam em valor ao produto base.
  • Fora da embalagem: é importante colocar a vista aqueles produtos que tem o design como apelo de venda. Ferramentas também são produtos importantes para estarem fora da embalagem, pois o input tátil aumenta o desejo de compra. Quando possível deixar alguns produtos ligados para que o consumidor vivencie um pouco da experiência da compra.
  • Cross Merchandising: Na exposição é importante correlacionar produtos que se complementem, ótima estratégia para criar promoções de produtos relacionados.
  • Ganchos: Aqui, devem estar apenas os produtos pequenos e de alto giro, nas embalagens, para ficarem melhor organizados e agregar mais valor.
  • Cestos: Produtos fora da embalagem, geralmente de parte elétrica e hidráulica, com custo mais baixo.

Esperamos ter ajudado com essas dicas, comente sobre os resultados, e não esqueça de mandar mais temas para serem abordados aqui no Blog.

Como instalar um tanque sem coluna?

“Como que instala o tanque sem a coluna?”  “ Vocês ainda fabricam colunas para os tanques?” são as dúvidas mais frequentes no atendimento da Decoralita.

Como tentativa de inovação, a Decoralita decidiu em 2017 não fazer mais a produção de tanques em coluna. Desde então, o processo de instalação dos tanques são feitos a partir dos furos de instalação na parte superior traseira do tanque. O que permite a instalação de armários, onde antigamente ficavam as colunas, proporcionando melhor uso do espaço na sua lavanderia.

Esses furos devem servir para parafusar o tanque na parede, juntamente com um parafuso bucha 12, onde serão fixados e por fim a instalação estará completa.

LE067-Lavatario-Esmaltado-67x45cm-Cinza-Nobre

Tendências de Banheiros: Mármore

Tratando-se de um cômodo pequeno, o banheiro é considerado um ótimo espaço para se decorar. O custo é uma grande vantagem nesse cômodo, pois seu tamanho favorece para a composição dos elementos e os materiais, acessórios e o acabamento no geral possuem valores bem acessíveis.

Na hora de decorar o banheiro, as pessoas buscam conhecer as tendências do momento e quais são as novidades nessa categoria, por ser um espaço pequeno, elas não saem tão caras no bolso do consumidor quanto os demais cômodos.

Por isso, sua loja deve estar preparada para atender à necessidade dos clientes que buscam essas tendências, e dentre elas está a Decoralita. Que oferece ao mercado lavatórios sofisticados e com excelente acabamento, que possuem uma coloração que se assemelha extremamente ao mármore e ao granito natural, sendo essas cores as mais atuais do momento nesse produto.

O preço costuma ser um problema na hora da compra de um lavatório de mármore, mas a Decoralita se preocupando em acompanhar essas tendências tornou essa realidade acessível dentro da sua loja. Atualmente oferece lavatórios com qualidade e beleza com preço mais baixo do mercado e com uma garantia que só a Decoralita oferece aos seus clientes.

A Importância do Planejamento

Uma das perguntas mais clássicas ao começar uma obra ou uma reforma é: “Por onde eu devo começar?” “O que devo comprar primeiro?”

O planejamento é essencial para o sucesso do empreendimento, sendo assim, viemos aqui com algumas dicas para auxiliar você, que trabalha no ramo da construção e busca estar envolvido na relação com o cliente, auxiliando-o do início ao fim de sua obra/reforma.

Essa relação com o cliente é muito importante para a fidelização, ao demonstrar esse envolvimento, ele sentirá mais confiança em você e na sua loja, e buscará estar com vocês até o final, sabendo que ali além de produtos, ele tem um conselheiro para auxilia-lo nessa etapa muito importante de sua vida.

1º Passo

Inicialmente, deve-se fazer um estudo de viabilidade da obra, buscando nessa etapa manter-se por dentro dos preços e dos gastos com produtos que serão usados do início ao fim do processo. Deve-se considerar a possibilidade de fazer uma planilha para melhor organização de todo o processo de custos e compras.

2º Passo

Após o primeiro processo, tendo em vista que os preços são viáveis para o seu cliente, o segundo processo a ser feito é um orçamento, juntamente do primeiro processo, esse deve considerar os gastos complementares, como mão de obra, alugueis de maquinário, entre outros.

3º Passo

Agora devemos orientar a importância as datas e o estabelecimento de prazos, montando um cronograma da obra, com o objetivo de não fugir muito dos valores já estipulados. Deve-se considerar uma margem de erro variável, considerando o tamanho da obra/reforma, nos dois primeiros processos.

4º Passo

Não se pode esquecer da parte burocrática. A regulamentação da obra é de suma importância para não ter que lidar com futuros gastos adicionais, como multas e notificações, devido às irregularidades que poderiam ser evitadas.

A obra deve ser acompanhada do início ao fim, para que o sucesso do projeto seja certeiro. É interessante nesse processo, que o proprietário tenha um “diário de obra” para um melhor acompanhamento das atividades que já foram concluídas e ficar atento as que ainda restam ser concluídas.

5º Passo

Caso o planejamento não seja bem executado, será necessária uma etapa de reajuste dos prazos, para que as coisas não saiam do controle e voltem para os eixos.

 

6º Passo

E por fim, os acabamentos e a conferência do licenciamento do imóvel. Se tudo estiver dentro dos conformes, você, a essa altura, terá um cliente fidelizado e satisfeito com sua obra/reforma.